Buscar
  • Sérgio Martins

Lucio Maia: "É preciso que o mundo mude"


Eu tinha um café marcado com Lúcio Maia, guitarrista da Nação Zumbi, e dono de um trabalho autoral que merece ser olhado com carinho. Pois é, tinha, visto que a situação atual mudou toda a nossa maneira de nos relacionarmos com o mundo. A solução, pelos menos enquanto, foi recrutá-lo para o Canções do Confinamento e me deliciar ao saber que estamos compartilhando o gosto pelo raggamuffin. Com vocês, Lúcio Maia.

O que você anda escutando nesse período tão estranho para todos nós? Tenho ouvido muita coisa, mas principalmente raggamuffin. Skarra Mucci, Cutty Hanks, Ini Kamoze, Shaggy.. Tenho feito algumas discotecagem para os vizinhos de vez em quando.


Você ainda encontra inspiração para produzir ou se dedicaa outras atividades? Sempre separei um tempo na vida pra criar e praticar. Nessa quarentena esse tempo aumentou, apesar que dá trabalhão cuidar da casa, fazer comida, cuidar dos filhos...


O período pelo qual estamos passando irá afetar a tua maneira de compor? De compor, de viver, de me relacionar com o mundo. Acredito que essas situações mudam o modus operandi do planeta. Aliás, espero que mude mesmo. É preciso mudar. Essa guinada política neo liberal é errada e principalmente inconveniente.

406 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

É a maior